Críticas ao filme “Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile”

5 de Fevereiro de 2019

Depois da estreia de Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile no Sundance Film Festival foram escritas várias críticas ao filme, assim como à interpretação do Zac Efron no papel de Ted Bundy.

Leiam em baixo a tradução de alguns excertos.

The Hollywood Reporter:

“Não quero dizer que o Zac Efron nasceu para interpretar Ted Bundy, mas o ex-galã adolescente de High School Musical é mais do que um pouco convincente como o sedutor, prolífico e diabólico assassino em série.”

JoBlo

“Dar o papel de Bundy a Efron é inteligente […] Ele sempre foi um bom ator e está claramente a aproveitar esta oportunidade para se mostrar, e é o desempenho dele que, no final das contas, torna este filme em algo imperdível.”

Collider

“Efron é perfeito no filme, entregando o melhor desempenho da sua carreira até agora. Ele incorpora Bundy com um charme inegável e simpatia, mas nunca inclinando a balança para glorificar o homem. O que é brilhante sobre o desempenho dele é como ele subtilmente deixa o público entrar na fachada que Bundy está a colocar. Podes ver que ele é encantador, claro, mas também podes dizer que algo se esconde bem debaixo daquele sorriso que é uma riqueza de ansiedade e raiva.”

Variety

“Então, que tal se saiu o Zac Efron como Bundy? Acho que ele saiu surpreendentemente bem: controlado, magnético, audacioso, comprometido e assustadoramente correto. Com o seu cabelo mais longo numa espécie de Bert Convy, Efron parece bem, ele usa o seu carisma insidioso para nos agarrar desde o inicio […] Ted é um tipo de ator, um maníaco a desempenhar um papel, mas a fazer isto com tanta sinceridade e talento que não é apenas um papel. É a pessoa que uma parte dele quer ser.”

We Live Entertainment:

“Um conto hipnotizante de um homem carismático e a natureza encantadora do seu charme, apesar do monstro que vivia dentro dele. Efron dá uma performance que pode mudar o resto da sua carreira e deixa o público atordoado.”

Little White Lies:

“A estrela do filme é, sem dúvida, Efron, que capta o charme e traço manipulativo que permitiu Bundy de assassinar mais de 30 mulheres em sete estados ao longo de um período de quatro anos. É uma performance teatral e absorvente que funciona em parte por causa da celebridade culta de Efron, mas também porque ele consegue transmitir algo escuro e sinistro à espreita sob a superfície polida.”

/Film:

“Bundy é interpretado por Zac Efron, e enquanto o ator é um pouco bonito demais para interpretar o personagem, ele prega a peça de uma forma absolutamente estranha. É uma performance transformadora – Efron assume os maneirismos de Bundy perfeitamente, a ponto de não parecer mais que estamos a assistir Efron – estamos a assistir Bundy a ressuscitar da sepultura. Efron tem feito um bom trabalho em filmes há algum tempo, mas aqui, ele dá o melhor desempenho de sua carreira.”

The Wrap:

“Efron é incrivelmente convincente na interpretação mais psicologica e com camadas da sua carreira. A ‘persona’ do ator posicionou-o como a escolha perfeita para personificar o tipo de mal que se projeta sob uma fachada saudável. cuidadosamente embalada para auto-preservação de Bundy.”

We Got This Covered:

“Zac Efron tem estado muito bem recentemente, quando se trata de abandonar o seu status de galã adolescente, provando-se como um ator de comédia confiável com a ocasional parte dramática. Mas o seu mais recente papel como Ted Bundy pode colocar essa imagem de ex ator da Disney a descansar para sempre.”

Publicado por: Juliana
Categorias: Artigos, Filmes, Notícias, Wicked Evil and Vile
comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.