Excerto da entrevista do Zac Efron para a GQ México

25 de Junho de 2017

Leiam em baixo a tradução de um excerto da entrevista do Zac Efron para a edição de Junho da GQ México:

Hoje, aos 29, Zac Efron é um ator de sucesso com bilheteiras milionárias graças aos seus filmes, cujo futuro faz dele um dos atores de Hollywood com uma das carreiras mais promissoras. Recentemente, assinou o seu nome como embaixador global da HUGO BOSS e ainda este este mês vamos vê-lo no próximo filme Baywatch.

Quando perguntamos ao Zac Efron qual é o segredo para conseguir atingir os seus objetivos em fitness, ele respondeu que a chave é dar “passo a passo”. Esta lição parece ter permeado vários momentos e aspectos da vida do ator nativo de Califórnia, Estados Unidos. As suas primeiras obras eram pequenos papéis em séries de televisão, que serviram como um prelúdio para a sua triunfante entrada em Hollywood, um mundo competitivo. Em 2006, ele interpretou a personagem Troy Bolton em High School Musical. O que Efron talvez nunca imaginou foi que este filme para o pequeno ecrã o catapulta-se como uma estrela jovem e abri-se a porta para uma série de projetos.

Efron também teve a oportunidade de demonstrar a sua versatilidade. O mesmo envolveu-se em Hairspray, The Lucky One, The Paperboy, Parkland e, claro, em comédias Neighbors, Dirty Grandpa, Mike and Dave Need Wedding Dates, produções em que ele trabalhou ao lado de estrelas como Robert de Niro, Nicole Kidman e Matthew McConaughey, obtendo resultados esmagadores. 2017 parece ser um dos anos mais importantes para Zac Efron. Este mês, vamos ver o filme Baywatch, onde ele divide o palco com Dwayne Johnson “The Rock” e a bela Alexandra Daddario, e promete reviver as nossas melhores memórias da adolescência de uma das séries mais populares de todos os tempos. Adicionado a isso é que, recentemente, foi apresentado como embaixador global da HUGO BOSS.

Como te envolves-te na produção de Baywatch?

Tenho algumas memórias da minha infância da Pamela Anderson a correr em câmara lenta e do David Hasselhoff como uma espécie de Poseidon a guardar os mares. Envolvi-me neste projeto quando conheci o Dwayne (Johnson) e o diretor Seth Gordon, e percebi que tínhamos uma grande oportunidade para modernizar o que já foi feito, movê-la para hoje, para prestar homenagem a uma das séries mais assistida na TV. Em conclusão, queremos honrá-la e modernizá-la. Foi nesse momento que cliquei com a proposta, porque sabia que tinha algo para fazer.

Qual foi a parte mais difícil de filmar?

Sem dúvida, o treino para obter o corpo de “Baywatch”.

De todos os personagens que já interpretas-te, com qual deles te sentes mais identificado?

Troy Bolton (High School Musical), porque eu era assim, antes de iniciar a carreira. Olhos brilhantes, cabelo grosso e trabalhava com algumas das pessoas mais simpáticas do mundo.

Publicado por: Juliana
Categorias: Entrevistas, Notícias, Zac Efron
comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *