Sejam bem vindos ao site Zac Efron Portugal, desde 2008 a apoiar o ator Zac Efron em português. Neste site, criado por fãs, podem encontrar as últimas notícias, fotos e vídeos dos projetos profissionais e pessoais do ator.

Explorem o conteúdo do site, descobram mais acerca do Zac Efron e da equipa do site, e naveguem no mar de fotos que temos disponíveis na nossa galeria!


02/01/2017

2017 ainda mal começou mas já são muitos os jornalistas que fazem as suas previsões para os Oscars de 2018. Em baixo leiam um artigo escrito pelo .Mic onde eles prevêem várias nomeações para The Greatest Showman.

Temos muito tempo antes dos 89º Academy Awards – 27 dias, para ser exato. Como o especialista de award shows do .Mic, estou empenhado em encontrar todos os prós e contras da corrida.

Mas estou a ficar aborrecido. Quais serão os nomeados para os Oscars 2018?

Para o divertimento puro, vou fazer uma previsão preliminar das indicações para o Oscar de 2018. Isto é baseado inteiramente na conjectura, tendo visto exatamente zero destes filmes.

[…]

Aqui estão as minhas escolhas absurdamente cedo para os Oscars de 2018.

BEST PICTURE: Downsizing, do favorito da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Alexander Payne (The Descendants, Nebraska), apresenta o diretor com uma hipótese real de ganhar a melhor imagem impulsionada por um grande elenco (Matt Damon, Kristen Wiig). Parece o vencedor aqui, a menos que algo como Mother de Darren Aronofsky possa chegar lá de alguma forma que Black Swan não tenha.

Estamos à espera para ver o que Kathryn Bigelow e Mark Boal fazem na sua terceira colaboração – o projeto sem título Detroit – mas eles têm a sua vitória já em The Hurt Locker. Se The Glass Castle ou The Greatest Showman forem realmente impressionante, podem tornar-se em ameaças. O mesmo vale para o Projeto Flórida e Mudbound dos diretores Sean Baker e Dee Rees, respectivamente. Mas nesta fase muito precoce, parece que é o tempo de Payne.

[…]

BEST ACTOR: Vocês sabiam que Hugh Jackman nunca ganhou um Oscar? A sua única nomeção foi para a adaptação cinematográfica de Les Miserables, que se sente como uma memória distante. Se o seu P.T. Barnum for um sucesso aclamado pela crítica, este poderá ser o seu momento.

BEST SUPPORTING ACTOR: As nomeações póstumas são menos comuns do que as pessoas pensam – como um vencedor, Heath Ledger foi ainda mais raro – mas se Darkest Hour, o drama de guerra britânico apresentando por John Hurt como Neville Chamberlain, for grande, poderá ser uma ótima maneira de nos lembrarmos do falecido Hurt.

Noutro assunto, esperem que o Zac Efron obtenha a tração do Oscar muito aguardada por The Greatest Showman, enquanto que um pai alcoólatra em The Glass Castle deve finalmente enviar Woody Harrelson para a fase do Oscar.

[…]

BEST SUPPORTING ACTRESS: Se a Pfeiffer não ganhar, não fiquem chocados se outra Michelle levar para casa o prémio: Williams. Ela foi nomeada quatro vezes; A quinta vez pode ser o charme.



Leave a Reply