Sejam bem vindos ao site Zac Efron Portugal, desde 2008 a apoiar o ator Zac Efron em português. Neste site, criado por fãs, podem encontrar as últimas notícias, fotos e vídeos dos projetos profissionais e pessoais do ator.

Explorem o conteúdo do site, descobram mais acerca do Zac Efron e da equipa do site, e naveguem no mar de fotos que temos disponíveis na nossa galeria!


04/12/2017

Em baixo leiam a tradução para português de uma recente entrevista do Zac Efron para a Glamour.es:

Ainda não tinha festejado os seus 20 anos quando o sucesso de High School Musical o catapultou como ídolo adolescente. Depois de ser explorado por alguns anos pela fama (e de sofrer, em alguns casos), Zac Efron tomou o caminho mais difícil: o de rejeitar projetos que iriam prolongar essa imagem e o de se concentrar em encontrar aqueles que demonstram o seu desejo em se tornar numa estrela pelo seu talento, enquanto ainda explorava de forma honesta e sem remorsos a parte física.

No seu caminho para a maturidade, Efron conheceu Seth Rogen, e provou ser um bom ator em comédia. A sua concentração para alcançar os seus sonhos levaram-no a assinar o seu primeiro papel como embaixador da marca, HUGO BOSS, para compartilhar os seus valores com a geração do milénio.

O que foi mais difícil na transição de ídolo adolescente para adulto?

Paciência. Quando era mais jovem e quando tinha êxito alcançava muitas oportunidades, e era fácil dizer sim, porque oferecem sempre muitos projetos lucrativos. Tens de ter paciência, esperar pelo papel certo é crucial, e é algo que ainda estou a aprender.

Ainda no tema de seguir o caminho de mudança e maturidade, o que aprendeste durante esse tempo?

É importante lembrar que tudo na vida tem que ser divertido. Às vezes podes ser apanhado na seriedade, mas o segredo é ter a certeza de que estás a divertir-te, porque se estás a desfrutando melhor consegues dar o teu melhor.

Ser um ator foi sempre o teu sonho? Como o alcanças-te?

Trata-se de muita prática. Comecei muito cedo e logo que descobri o teatro, comecei a representar sempre que podia, às vezes à frente de audiências de 20 ou 30 pessoas. Aprendi o básico da profissão no palco e mais tarde, percebi que a experiência foi vital para representar em frente das câmaras, sabia onde colocar-me, para onde olhar, coisas que são muito difíceis de aprender mais tarde. Não tenhas medo de começar do zero, basta começar e ir seguir em frente.

Como parte da geração do milénio, quando ouves a frase “Your Time Is Now” ( “O teu momento é agora”), o que isto significa para ti?

“Your Time Is Now” é uma chamada de atenção à nossa geração, um alerta para nos manter-mos vivos. É a razão pela qual esta campanha da HUGO Man está de pé, é motivadora. Esta dá a todos a permissão para atacar a vida. É algo novo, fresco e interessante. É um aviso para as pessoas alcançarem os seus sonhos e lembrarem-se que não há melhor momento para fazer isso do que agora. É uma luz verde para sair e encontrar a tua próxima aventura. Amo esta mensagem.

Como aplicas esta mensagem ao teu dia-a-dia?

Quando se trata de ter a coragem de aproveitar o dia, a coisa mais importante para mim é lembrar-me de aproveitar o momento, manter os pés no chão e concentrar-me, realmente, no que é importante. Esta é a razão pela qual aceitei fazer parte desta campanha, porque quero sempre fazer algo de novo e interessante na minha vida. Acho que essa é a chave. Agitar a vida e viver uma aventura. Acho que estou nesse ponto, e identifico-me com a campanha.

Há dois meses atrás, felicitas-te a tua mãe com uma foto no Instagram que dizia “bear Chocolate” (chocolate de urso) o que gerou muitas notícias na media, de onde vem esse apelido?

Ela sempre me chamou isso desde que era bebé, e, ocasionalmente, ainda o faz. Então pensei que seria bom para lhe mostrar que ainda me lembro.

Em Outubro celebras 30 anos, quais são os teus objetivos pessoais e profissionais para esta nova década?

Pessoalmente, quero surfar melhor e praticar mais ioga. Profissionalmente, quero encontrar novos e diferentes personagens que me desafiem, e trabalhar em filmes que realmente me dizem alguma coisa.

Daqui a alguns tempo, realiza-se a estreia de Baywatch, como será este filme diferente da série original?

É muito diferente. Apesar de manter alguns dos elementos clássicos da série original, modernizamos muitas coisas, existe mais ação e é mais divertido. Trabalhamos como uma equipa e tornámos-nos numa família.

Depois de tantos papéis a mostrar o teu físico, estarias disposto em engordar ou mudar a tua rotina de exercícios por um papel?

Totalmente. Sempre pensei que seria divertido fazer e mostrar como estás empenhado numa personagem e filme.

Depois de High School Musical, decidis-te que não farias mais musicais por algum tempo, até mesmo o remake de Footloose tu rejeitas-te. E agora, finalmente, estás a trabalhar num musical, The Greatest Showman, com Hugh Jackman, porque achas ser agora a hora de voltar a este famoso género de filme?

Encontrei o momento certo. Michael Gracey [o diretor] é um génio; e quando me disse que o Hugh Jackman estaria no filme, a ideia de co-estrelar um filme com ele era boa demais para ser verdade. A história é original, e não será um musical típico. Acho que pode ser algo completamente novo, diferente, algo que nunca foi feito.

Será que quiseste dizer não a muitos projetos para chegares ao lugar onde querias estar? Por exemplo, após o sucesso de Neighbors, foi-te oferecido papéis semelhantes ou com estereótipos?

Sim, disse não muitas vezes para estar aqui. Quando tens sucesso num papel, todos oferecem-te o mesmo. É normal, acho que uma das chaves para ter uma boa carreira é estar em constante mudança, tens que dominar muitos papéis e géneros, para um dia conseguires ser um ator brilhante.




2 Responses to “Zac Efron: “Eu já recusei muitos papéis para estar onde queria””
  1. Asabi diz:

    Amei essa entrevista,ansiosa para lê na íntegra.

Leave a Reply